Tecnologia da Iagro auxilia em operação conjunta para apreensão de agrotóxicos irregulares em MS

Screenshot_2020-10-23-07-39-52-1.png

O serviço de BI (Business Intelligence – Inteligência de Negócios) e de fiscalização da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) auxiliou no planejamento das operações Ronda Agro e Hórus, desencadeadas na segunda-feira (19) pelas autoridades de vigilância sanitária e de segurança pública da União e do Governo do Estado para a apreensão de agrotóxicos irregulares na região sul de Mato Grosso do Sul.

O objetivo da operação é coibir o comércio e o uso de agrotóxicos irregulares, sem registro no Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento), com princípios ativos proibidos no Brasil e produtos contrabandeados dos países vizinhos. Dados parciais divulgados pela SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura e MS), indicam que já foram fiscalizadas 85 propriedades rurais, 258 veículos em rodovias e apreendidos 73 kg e aproximadamente 6 mil litros de agrotóxicos irregulares. A SFA/MS e a Iagro lavraram 13 termos de apreensões e autos de infração.

De acordo com o diretor-presidente da Iagro, Daniel Ingold, “a Iagro participou do planejamento da operação com o auxílio do BI (Business Inteligence) da Agência. Por meio do cruzamento das informações do registro de agrotóxicos existentes na base de dados da Iagro, foram levantadas situações suspeitas de produtores e elaborados mapas das propriedades em questão”. Ao todo, 8 equipes da Iagro, com 16 servidores, participaram das operações, com identificação e planejamento de logística.

As ações contam com a participação de integrantes de órgãos de fiscalização do setor e das forças de segurança

A Operação Ronda Agro é coordenada pela Divisão de Defesa Agropecuária da SFA/MS e a Operação Hórus, coordenada pelas forças de segurança do Estado e apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Participam das operações conjuntas oito equipes de fiscalização, compostas pela Policia Militar (DOF, PRE), Iagro, PF, PRF e Auditores Fiscais Federais Agropecuários do Mapa, lotados nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Paraíba, Mato Grosso do Sul e Brasília, além de auditores que atuam na Vigilância Agropecuária Internacional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Vigiagro/Mapa).

Segundo o superintendente Celso Martins, da SFA/MS, a situação dos agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul é preocupante tendo em vista o aumento das apreensões de agrotóxicos irregulares no Mato Grosso do Sul nos últimos anos.

Marcelo Armôa, Semagro, com informações da SFA/MS

***********

Fonte : Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Com Intercâmbio via site www.guiadefatos.com.br 

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top